12/08/2017

FÁBIO FARIA E PATRÍCIA ABRAVANEL QUEREM ANULAR DELAÇÃO DA J&F NO SUPREMO, COM BASE EM NEGATIVA DA ESPOSA DE JOESLEY SOBRE ACERTO DE PROPINA EM JANTAR COM O CASAL




A mulher de Joesley Batista (JBS), Ticiana Villas Boas, nega que o deputado federal Fábio Faria  e sua esposa Patrícia Abravanel tenham participado de jantar referente a acerto de propina, como alega Ricardo Saud, ex executivo da JBS, que fechou acordo de delação com o MP. Fábio Faria e Patrícia entrarão com pedido de anulação da delação. 

Diante do novo fato, a defesa do deputado federal  (PSD-RN) e de sua mulher, a apresentadora de TV Patricia Abravanel, vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a anulação da delação premiada do diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud.

O pedido ao STF será formalizado pelo advogado José Luís Oliveira Lima já na próxima segunda feira (14), por meio de uma petição à ministra Rosa Weber responsável na Corte pela investigação sobre Faria e seu pai, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD).

O principal elemento usado pelo defensor será o áudio enviado a Patrícia pela jornalista e apresentadora de TV Ticiana Villas Boas, mulher de Joesley Batista, dono do Grupo J&F, no qual Ticiana contesta um trecho do anexo da delação premiada de Saud em que ele cita o pagamento de propina a Robinson e Fábio Faria.


“A mulher do maior acionista do grupo, Ticiana, encaminhou a Patrícia Abravanel um áudio em que diz textualmente que Ricardo Saud mentiu”, afirma Oliveira Lima.

Patricia, que é filha do dono do SBT, Silvio Santos, já entrou na Justiça paulista com uma ação por danos morais contra Saud, em que pede o pagamento de uma indenização de, no mínimo, 300.000 reais.

Na mensagem, enviada Patricia Abravanel no início de junho, Ticiana Villas Boas presta solidariedade e desmente a versão de Ricardo Saud de que um jantar na casa de Joesley antes das eleições de 2014, do qual Patricia participou, destinou-se à negociação de pagamentos indevidos ao governador e ao deputado.

A mulher de Joesley Batista classifica o relato do executivo como “loucura total” e continua: “então, o que eu quero falar é que eu acho um absurdo isso tudo… que tá acontecendo. É… aquele jantar, imagina só, não tem nada a ver… do que falaram, foi um jantar normal, eu não vi nada de, de, de, dinheiro, de… de nada que beirasse ser ilícito”. Ticiana ainda se dispõe a testemunhar em defesa de Patricia caso necessário.







http://www.gilbertodias.com.br





Nenhum comentário:

DUAS HORAS ANTES DO CASAMENTO, JOVEM MORRE EM ACIDENTE DE TRÂNSITO NA REGIÃO OESTE POTIGUAR

Um jovem de 21 anos morreu em um acidente de trânsito na tarde deste sábado (21) na cidade de Baraúna, na região Oeste potiguar, duas ho...