19/01/2017

EMPRESA ADMITE NOS EUA SUBORNO A MÉDICOS NO BRASIL




A Comissão de Valores Imobiliários dos Estados Unidos, conhecida como SEC, anunciou nesta quarta-feira, 18, um acordo com a Orthofix International, em que a empresa admite ter cometido fraude contábil e também ter pago médicos em hospitais públicos brasileiros para utilizarem seus produtos e, assim, aumentar suas vendas. A empresa concordou em pagar mais de US$ 14 milhões para encerrar as investigações.
Em comunicado, a SEC afirmou que a subsidiária brasileira da empresa de implantes de equipamentos e acessórios médicos teria violado a Lei de Combate a Práticas de Corrupção no Exterior (FCPA) ao produzir “um esquema com fortes descontos e pagamentos impróprios através de representantes e distribuidoras” para induzir médicos contratados pelo governo brasileiro para utilizar seus produtos. No Brasil, o caso ficou conhecido como “máfia das próteses”.


http://www.alexsilvaassu.com.br/

Nenhum comentário:

EX-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BARAÚNA DEVE DEVOLVER MAIS DE R$ 70 MIL AO PODER PÚBLICO

O  Ministério Público do Rio Grande do Norte  (MPRN) expediu recomendação para que a Prefeitura de  Baraúna e a Procuradoria-Geral do mun...