14/03/2017

IDOSO LEVA 7 CARTEIRAS DE TRABALHO PARA SACAR FGTS E DESCOBRE NÃO TER SALDO


Geraldo Medeiros, aposentado, em Goiânia, Goiás (Foto: Murillo Velasco/G1)

Ele diz que empresas em que trabalhou não depositaram o fundo, em Goiás.
Caixa fará atendimento para consultas das 8h às 10h até terça-feira (14).


Geraldo Medeiros mostra as caterias de trabalho de 40 anos de contribuição (Foto: Murillo Velasco/G1)
O aposentado Geraldo Medeiros, de 72 anos, foi até uma agência da Caixa, nesta segunda-feira (13), em Goiânia, e descobriu que as empresas onde ele trabalhou como servente de pedreiro, ao longo de quase 40 anos, nunca fizeram depósitos do FGTS. Com sete carteiras de trabalho na mão, o idoso diz que ficou decepcionado ao consultar o saldo das contas inativas e ver que não tinha nada para receber.

“Eu trabalhei como servente em sete empresas na minha vida. Muitas delas faliram e nem pagaram meus direitos. Agora, é procurar alguma ajuda, um advogado, pra tentar descobrir se tem um jeito de reivindicar. Muito ruim saber que a gente serviu tanto tempo um lugar e, na hora do ‘vamos ver’,  de receber um dinheiro para dar aquela aliviada nas contas, ficar na mão”, disse ao G1.

Miguel Martins diz que vai receber mais de R$ 800 de FGTS, em Goiás (Foto: Murillo Velasco/G1)O movimento nas agências da Caixa foi tranquilo nesta manhã, na capital. Ao contrário da última sexta-feira (10), as senhas de atendimento foram distribuídas sem grandes filas na agência central do banco, na Alameda dos Buritis, no Centro. As agências funcionam com atendimento exclusivo para assuntos de FGTS das 8h às 10h até a terça-feira (14).

De acordo com a assessoria de comunicação do banco, a partir da quarta-feira (15), os beneficiários poderão continuar recebendo atendimento sobre o saque das contas inativas, mas durante o expediente normal do banco, entre as 10h e 16h, de segunda a sexta-feira.

Geraldo conta que foi atendido em menos de 5 minutos na agência central da Caixa. “Foi bem rápido. Vi gente que demorou um pouco mais quando veio na semana passada. Ainda bem que não demorou, porque esperar muito tempo e descobrir que não tem dinheiro nenhum ia ser ruim”, desabafou.

Diferente do aposentado, o vigilante desempregado Miguel Martins foi até a agência e descobriu que tem mais de R$ 800 para receber. Segundo ele, o dinheiro já está na conta dele, que descobriu que o cartão da conta está vencido.

“Vou ter que ir até a minha agência mesmo para só pegar o cartão novo e sacar. Pelo menos já tenho um dinheiro garantido lá, já é meu”, brincou.
Miguel Martins diz que vai receber mais de R$ 800 de FGTS, em Goiás (Foto: Murillo Velasco/G1)
Cronograma de saques
O calendário para o recebimento dos valores foi divulgado no último dia 14 de fevereiro. Desde sexta-feira, podem sacar os benefícios os trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro. Pessoas nascidas em março, abril e maio poderão sacar em abril.
Quem faz aniversário em junho, julho e agosto, poderá sacar em maio. Nascidos em setembro, outubro e novembro poderão fazer o saque em junho. Em julho, deverão sacar os nascidos em dezembro.

A Caixa ressalta que não é preciso uma "corrida às agências", pois o resgate pode ser feito até o mês de julho, quando se encerra o calendário para todos os aniversariantes do ano.
Calendário de sques do FGTS inativo (Foto: G1)Calendário de sques do FGTS inativo (Foto: G1)
Regras
Têm direito ao saque os trabalhadores que foram dispensados por justa causa ou pediram demissão até 31 de dezembro de 2015.

Saiba como consultar o saldo inativo das contas do fundo de garantia.

Antes, os valores das contas inativas só podiam ser sacados por quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos. Agora, quem está atualmente empregado passa a poder sacar o valor de uma conta inativa, desde que o afastamento do emprego anterior tenha ocorrido até o fim de dezembro de 2015.
O trabalhador, no entanto, não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, depositado pelo empregador atual.
O gerente regional da Caixa Econômica Federal em Goiás, Jonatas Ferreira de Oliveira, explicou quais são dos documentos necessários para o saque. "Os trabalhadores devem ir até uma agência com a Carteira de Trabalho. Caso não possua, pode apresentar o termo de rescisão contratual", disse.
Segundo ele, todos os trabalhadores que foram demitidos ou pediram demissão até 31 de dezembro de 2015 terão direito ao saque. "Vale ressaltar que apenas nesses casos os trabalhadores serão enquadrados. Quem está encostado e recebe auxílio-doença, por exemplo, ainda tem o contrato considerado como vigente e não tem direito. Já quem foi demitido ou pediu para sair da empresa, esse sim vai receber", explicou.
Agência central da Caixa teve movimentação tranquila nesta segunda-feira, em Goiás (Foto: Murillo Velasco/G1)Agência central da Caixa teve movimentação tranquila nesta segunda, em Goiás (Foto: Murillo Velasco/G1)
http://g1.globo.com

Nenhum comentário:

ZENAIDE TEM GRANDE POTENCIAL DE CRESCIMENTO

Em terceiro lugar nas pesquisas para o Senado, a deputada federal  Zenaide Maia  (PR) tem grande potencial de crescimento para as eleiç...