28/05/2017

MORRE EM OLINDA AOS 82 ANOS O CANTOR JUCURUTUENSE, EXPEDITO BARACHO

O cantor jucurutuense radicado em Pernambuco Expedito Baracho, 82 anos, morreu neste sábado (27), em Olinda. Mais conhecido como seresteiro e intérprete de frevos, o artista teve longa carreira iniciada ainda na chamada época de ouro do rádio. O velório está marcado para as 9h deste domingo, no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife. O sepultamento ocorre às 11h.
De acordo com a filha Edja Baracho, o cantor passou mal na manhã deste sábado e foi socorrido para o Hospital Esperança de Olinda, quando teve uma parada cardíaca. Após os primeiros atendimentos, foi encaminhado para fazer exames. “Na entrada da sala de exames ele teve outra parada, contou Edja. Expedito não resistiu e faleceu por volta do meio-dia.
Perdemos um grande amigo, um grande profissional. A voz mais bonita que Pernambuco já teve foi-se embora, declarou o também cantor e ícone de interpretação de frevos Claudionor Germano.
Nascido em Jucurutu (RN), em 9 de maio de 1935, Expedito Baracho veio estudar no Recife aos 13 anos de idade, onde viveu até os anos 1990, antes de se mudar para Olinda. Integrou a mítica Jazz Band Acadêmica e o grupo Os Cancioneiros, gravou sambas e uma longa lista de frevos.
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, divulgou uma nota de pesar sobre o artista: “Perdemos uma das maiores vozes da música popular brasileira com a morte de Expedito Baracho. Pernambucano por adoção, o potiguar teve uma longa e produtiva produção artística, seja interpretando clássicos do frevo ou músicas românticas. Baracho foi referência para várias gerações de músicos pernambucanos. Meus sinceros sentimentos solidariedade aos seus familiares e amigos.


http://www.edilsonsilva.com/


Nenhum comentário:

PLANO ESTRATÉGICO PARA O TURISMO DO RN

Uma das principais ações voltadas ao turismo potiguar dos últimos anos será apresentada em primeira mão nesta quinta-feira (27) duran...