03/07/2017

MESMO SEM PASSAGEIRO LEVAR MALA, PASSAGENS FICARAM 21,26% MAIS CARAS


malas aeeroApesar de as novas regras para a cobrança de bagagem nos voos nacionais e internacionais estarem vigorando desde o fim de abril, o consumidor ainda vai demorar para ver os preços das passagens baixarem como prometiam a Agência de Aviação Civil (Anac) e a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear).
As líderes nacionais, Gol e Latam, donas de mais 70% do mercado doméstico, iniciaram a cobrança de mala despachada, há menos de duas semanas. Mas já recebem críticas por manterem os mesmos tipos de tarifas, só mudando a nomenclatura do bilhete mais barato para indicar uma diferenciação. Em alguns casos, a passagem que deveria ser mais vantajosa para quem não pretende despachar a mala ficou mais cara do que a anterior, sem contar que o passageiro ainda pagará os R$ 30 por mala.

*XERIFE 

Nenhum comentário:

Estudantes do interior potiguar fazem cordel com tema 'O Brasil que eu quero'!

Com 25 estrofes, obra foi produzida por 30 alunos do município de Santo Antônio. "Quero um Brasil no futuro, onde possa h...