18/04/2018

ANVISA PROÍBE VIAGRA MASTER E REMÉDIO PARA O CORAÇÃO

Mesmo sem registro, produtos eram vendidos como medicamento

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de dois produtos apresentados indevidamente como medicamento para impotência sexual e doenças cardíacas.
Eles estavam sendo vendidos sem registro pela internet. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.
O primeiro medicamento proibido foi o Viagra Master, que era comercializado pela internet com propagandas que atribuíam propriedades terapêuticas ao produto, como "auxilia na prevenção e combate da impotência", "aumenta o desejo sexual", "aumento de fertilidade", dentre outras.
A empresa responsável pelo Viagra Master é a Bio Bonté Industria e Comércio de Cosméticos Ltda. A Anvisa também publicou a interdição do estabelecimento e a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação e comercialização de todos os produtos fabricados pela Bio Bonté.
A decisão foi tomada após inspeção realizada pela Vigilância Sanitária de Campinas, no interior de São Paulo, onde fica a empresa. A empresa deve retirar do mercado todo o estoque dos produtos.
Nesta quarta-feira (18) o site da empresa estava fora do ar. O R7 tentou contato telefônico, sem sucesso.
Já o Lavita Caps, outro produto proibido, é de fabricante desconhecido. Ele era apresentado aos consumidores como um medicamento que “previne doenças cardíacas", "melhora a memória e a capacidade de aprendizagem", "combate a depressão, estresss, enxaqueca e ansiedade". O Lavita Caps também era comercializado pela internet. O frasco com 120 cápsulas custava quase R$ 200. 
A Anvisa também suspendeu todo o tipo de propaganda que atribua propriedades terapêuticas de saúde ou funcionais aos dois produtos.


* R7/Marcio Melo

Nenhum comentário:

ADOLESCENTE DO NUCA DE VIÇOSA TEM REDAÇÃO CLASSIFICADA EM PRIMEIRO LUGAR NA DIREC DE UMARIZAL/RN

O adolescente  Anderson Bandeira, participou nessa sexta-feira, 14 de dezembro, da Premiação Estadual do Concurso de Redação...