07/03/2017

BIOMETRIA: IDENTIFICAÇÃO DO ELEITOR PELAS DIGITAIS GARANTE MAIS SEGURANÇA ÀS ELEIÇÕES


Há nove anos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu início ao Programa de Identificação Biométrica do Eleitor brasileiro. A intenção da Justiça Eleitoral era lançar mão mais uma vez da tecnologia para proporcionar ainda mais segurança às eleições do país, desta vez no que se refere à identificação do eleitor, pois a medida evitaria que uma pessoa se passe por outra no momento da votação. Em 2008, pouco mais de 40 mil eleitores experimentaram a novidade, que hoje já alcança mais de 50 milhões de cidadãos.
Desde as Eleições Municipais de 2000, todos os brasileiros escolhem os seus representantes utilizando a urna eletrônica. No entanto, naquela época, verificou-se que em um procedimento eleitoral ainda havia a intervenção humana: na identificação do eleitor. Isso porque nesse momento o mesário recebe os documentos do votante, verifica os seus dados, digita o número na urna eletrônica, e, se aquele título fizer parte daquela seção e o eleitor não tiver votado ainda, a urna é liberada pelo mesário para que o eleitor vote.
IMG_7132


BLOG DO XERIFE

Nenhum comentário:

DUAS HORAS ANTES DO CASAMENTO, JOVEM MORRE EM ACIDENTE DE TRÂNSITO NA REGIÃO OESTE POTIGUAR

Um jovem de 21 anos morreu em um acidente de trânsito na tarde deste sábado (21) na cidade de Baraúna, na região Oeste potiguar, duas ho...